Quinta, 14 de dezembro de 201714/12/2017
83 98876-3375​⁠​
Parcialmente nublado
23º
23º
28º
Bayeux - PB
Erro ao processar!
POLÍTICA
EM BRASÍLIA: BENJAMIN RECEBE CONSELHEIROS TUTELARES E DISCUTE PROJETO QUE MODIFICA ESTATUTO DA CRIANÇA
A matéria, de autoria do parlamentar, modifica a Lei 8.069/1990 que dispõe sobre o Estatuto da Criança e Adolescente
Revista Bastidores PB BAYEUX - PB
Postada em 01/11/2017 ás 12h10
EM BRASÍLIA: BENJAMIN RECEBE CONSELHEIROS TUTELARES E DISCUTE PROJETO QUE MODIFICA ESTATUTO DA CRIANÇA

assessoria

O deputado federal Benjamin Maranhão (SD) recebeu conselheiros tutelares em seu gabinete, em Brasília, para debater o Projeto de Lei 7.603. A matéria, de autoria do parlamentar, modifica a Lei 8.069/1990 que dispõe sobre o Estatuto da Criança e Adolescente, definindo nova escolha dos membros para os Conselhos Tutelares. Se aprovado pelos deputados, o projeto garante a reeleição dos conselheiros por mais de uma vez. Hoje é permitida apenas dois mandatos. A propositura foi apresentada após solicitação da categoria.   


Os conselheiros também agradeceram o trabalho realizado por Benjamin por melhorias para a categoria. O parlamentar destacou a importância desses profissionais para a proteção e garantia de direitos das crianças. \"Se o conselheiro eleito pelo voto direto da população de determinada região atua de forma efetiva, amparando e resolvendo questões sobre crianças e adolescentes, tudo dentro de suas competências, porque não permitir reiteradas reconduções para que o trabalho continue atendendo os anseios daquela localidade?\", indagou o deputado. 


Dessa forma, Benjamin Maranhão propõe com o projeto apresentado que se suprima do texto do artigo 132 do Estatuto da Criança e do Adolescente a expressão que limita a uma recondução, para permitir a continuidade do bom trabalho desenvolvido pelo conselheiro escolhido com a sabedoria popular, qual seja, o voto direto. 


\"A nossa iniciativa se constitui em um aperfeiçoamento oportuno e relevante para o ordenamento jurídico federal. Por isso, acreditamos que a matéria será aprovada pelos colegas no plenário da Câmara dos Deputados\", destacou Benjamin.


 

FONTE: assessoria
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
328
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium