Sexta, 15 de dezembro de 201715/12/2017
83 98876-3375​⁠​
Parcialmente nublado
25º
27º
29º
Bayeux - PB
Erro ao processar!
POLÍTICA
BAYEUX É O SEGUNDO MUNICÍPIO DA PB A TER ORÇAMENTO IMPOSITIVO PELA CÂMARA MUNICIPAL
A lei, promulgada pela Câmara Municipal, decorreu de projeto à Lei Orgânica do Município,
Revista Bastidores PB BAYEUX - PB
Postada em 15/09/2017 ás 08h48
BAYEUX É O SEGUNDO MUNICÍPIO DA PB A TER ORÇAMENTO IMPOSITIVO PELA CÂMARA MUNICIPAL

Assessoria

A cidade de Bayeux é a segunda da Paraíba a instituir o orçamento impositivo. A lei, promulgada pela Câmara Municipal, decorreu de projeto à Lei Orgânica do Município, de autoria coletiva dos vereadores Nôquinha (presidente), Adriano do Táxi, Roni Alencar, Uedson Orelha, Cabo Rubem e Jefferson Kita.


“Essa é uma vitória histórica para a Câmara Municipal de Bayeux e sobretudo para a população, representada pelos vereadores, que poderão indicar por meio de emendas, a inclusão no orçamento já do próximo ano, de recursos na ordem de 1.5% sobre ele, para aplicação, por exemplo, em pavimentação de ruas, reformas, construção de praças, academias ao ar livre ou PSF’s”, afirmou Kita.


Segundo ele, esse percentual, por menor que seja, permitirá a efetividade do atendimento de requerimentos e proposituras que até então eram executadas por falta de obrigação legal e regimental, o que deixava vereadores detentores de farta produção legislativa de uma marca pessoal ao deixarem o mandato.


A Câmara Municipal de João Pessoa foi a pioneira na Paraíba em aprovar o orçamento impositivo. É através dele, no Congresso Nacional, que senadores e deputados federais asseguram emendas parlamentares para garantir recursos para prefeituras e governos de seus estados.


Kita lembrou que a matéria foi promulgada pela Casa “Severaque Dionízio” após passar por todas as Comissões, notadamente a Especial, onde foi relatada pelo vereador Netinho e também teve parecer favorável, seguida de aprovação em dois turnos. A aprovação se deu em simetria como com a Emenda Constitucional n. 86, que tornou impositiva a execução de emendas individuais dos parlamentares ao Orçamento da União.


                       


 

FONTE: Revista BastidoresPB
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
277
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium