Quarta, 18 de outubro de 201718/10/2017
83 98876-3375​⁠​
Parcialmente nublado
22º
25º
27º
Bayeux - PB
Erro ao processar!
CIDADES
TJ ACATA MS E SUSPENDE VETO A CONVERSAS ENTRE ADVOGADOS E PRESOS
Decisão do desembargador foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) desta quinta-feira (27)
Revista Bastidores PB BAYEUX - PB
Postada em 28/07/2017 ás 11h48
TJ ACATA MS E SUSPENDE VETO A CONVERSAS ENTRE ADVOGADOS E PRESOS

wscom   

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), através de decisão do desembargador Leandro dos Santos, julgou o mérito e concedeu segurança a MS (Mandado de Segurança) impetrado pela Subseção da OAB de Patos em desfavor da portaria expedida pela então Juíza Titular da 2ª Vara da Comarca, Vanessa Moura Pereira de Cavalcante, que limitava o acesso dos advogados aos presídios de Patos e suspendeu o ato ilegal da magistrada.  


A decisão do desembargador foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) desta quinta-feira (27). 


A portaria expedida pela Magistrada limitava o acesso dos advogados ao interior dos presídios, estabelecendo horários pré-fixados e pré-determinados, violando o que diz o Estatuto da OAB e o próprio entendimento do STF, que determina que o advogado poderá ter acesso a seus clientes presos independentemente de horário de expediente. 


 O presidente da Subseção da OAB de Patos, Paulo Medeiros, comemorou a decisão do TJPB enfatizando não ter dúvidas de que a advocacia obteria êxito no Mandado de Segurança. 


“A Lei e o próprio entendimento do STF nos permitem a presença e entrevista com nossos clientes, em qualquer horário nos estabelecimentos prisionais. Nós não estávamos atrás de qualquer privilégio, mas tão somente o restabelecimento da Lei e das nossas prerrogativas, que, aliás, em última análise são garantias dadas ao cidadão”, afirmou.  


“Nós sempre respeitamos os atos judiciais e as autoridades públicas, mas isso é muito diferente de nos curvarmos a atos e ações que violem frontalmente nossas prerrogativas, isso nunca faremos”, acrescentou Paulo Medeiros.


  


 

FONTE: wscom   
tags:
• cidade
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
152
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium