Quarta, 22 de novembro de 201722/11/2017
83 98876-3375​⁠​
Parcialmente nublado
24º
28º
29º
Bayeux - PB
Erro ao processar!
Paulo Duarte
Paulo Duarte

Paulo Duarte Radialista Licenciado em História e Biologia, Pós Graduado em História da Paraíba sócio da Associação Paraibana de Astronomia.

GERAL
SEXO COM ROBÔ E A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
Tudo indica que o mundo caminha para a tecnocracia e a partir dessa percepção que surge o valor da inteligência artificial.
Revista Bastidores PB BAYEUX - PB
Postada em 26/07/2017 ás 09h04 - atualizada em 26/07/2017 ás 09h23
SEXO COM ROBÔ E A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Internet

Vivemos em uma era em que dependemos das máquinas com objetivo de facilitar nosso cotidiano. Tudo indica que o mundo caminha para a tecnocracia e a partir dessa percepção que surge o valor da inteligência artificial.


Segundo matéria da Revista Veja de 8 de março 2017, “a inteligência artificial deixou de pertencer apenas ao universo da ficção científica e começa a se tornar presença comum em nosso cotidiano”.Quando assistimos o filme BladeRunner o caçador de androides,sabe que a afirmação acima se encontra atual.


“Portanto,não por acaso, já se fala que chegará o dia em que humanos se apaixonarão por androides”. O escritor inglês David Levy nos adverte em sua entrevista a revista veja: “Aposto que, dentro de cinquenta anos, estaremos nos casando com robôs. A partir do momento em que um ser eletrônico passe a ter emoções, será natural que alguns de nós se apaixonempor esse ser.”


Constatamos que não precisaráde tanto tempo.  Algumas indústrias já produzem protótipos masculinos e femininos para relações sexuais com um padrão incrível de estética e temperatura igual ao do ser humano, no entanto, o que falta é o tal protótipo possuir consciência de sua própria existência, como nos mostram alguns filmes de ficção.


No livro Homo Deus: uma Breve História do Amanhã, o YuvalHarari nos diz que,estamos começando a conviver com máquinas inteligentes e cada vez mais parecidas conosco.


A partir de alguns pesquisadores da área de tecnologia, em um futuro próximo não saberemos distinguir seres humanos de máquinas.


Assim como o sexo virtual que se fazpelo WhatsApp e outras redes sociais, fazer sexo com robôs, será tão natural como se fosse com um ser humano normal. Essa será a era de novos valores éticos e moral em que alguns seres humanos se casarão com máquinas.


 


Paulo Duarte         



pablo_espinosa2012@hotmail.com


Paulo Duarte


Referencias Bibliográficas


Revista veja edição 2520- ano 50-8 de março 2017


Filmografia


Filme: BladeRunner: o caçador de androides 1991.

FONTE: Paulo Duarte
tags:
• geral
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
1.495
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium