Sábado, 23 de setembro de 201723/9/2017
83 98876-3375​⁠​
Tempestuoso
21º
25º
26º
Bayeux - PB
dólar R$ 3,12
euro R$ 3,73
Paulo Duarte
Paulo Duarte

Paulo Duarte Radialista Licenciado em História e Biologia, Pós Graduado em História da Paraíba sócio da Associação Paraibana de Astronomia.

CULTURA
A FRAGILIDADE DO AMOR NOS DIAS ATUAIS
Para este autor o amor é comparado ao gelo fino e “Quando se esquia sobre o gelo fino, a salvação está na velocidade”.
Revista Bastidores PB BAYEUX - PB
Postada em 18/07/2017 ás 09h50 - atualizada em 18/07/2017 ás 10h05
A FRAGILIDADE DO AMOR NOS DIAS ATUAIS

Revista BastidoresPB

Vivemos em uma época em que os laços afetivos encontram-se em decadência e que não existe segurança alguma em qualquer relacionamento. A partir do pensamento do eminente Sociólogo Zygmunt Bauman constatamos a triste compreensão de que o conceito de amor não passa de uma ilusão. Para este autor o amor é comparado ao gelo fino e “Quando se esquia sobre o gelo fino, a salvação está na velocidade”.


Todo relacionamento é visto como uma camada de gelo fino, em que a qualquer momento pode se quebrar, e quanto mais rápido se liberta de relacionamentos menos risco correrá.


O amor, nessa perspectiva, é um jogo de interesses e a paixão não passa de uma armadilha da natureza.


Para Bauman, em uma sociedade evoluída os relacionamentos deveriam ser de curto prazo. Mas,vivemos em uma sociedade ainda escravocrata, em que a maioria dos homens além de não saber tocar no corpo de uma mulher,trata como se fosse uma propriedade e objeto de desejos sexuais. A mulher não pode ser aprisionada mesmo sendo comprometida, e se por ventura ela desejarpossuir vários namorados, que assim seja, e vice-versa. Nesse caso, um relacionamento aberto seria mais produtivo do que um relacionamento fechado e egoísta.


A sociedade está mudando com advento das tecnologias.“A modernidade líquida em que vivemos traz consigo uma misteriosa fragilidade dos laços humanos”, assim nos afirma Bauman.Segundo pesquisas, as redes sociais podem ser vistas como as responsáveis pela destruição de laços afetivos e de relacionamentos.


Para o sociólogo, muitas pessoas estão procurando se relacionar virtualmente devido a forma mais segura e mais fácil de romper um relacionamento. No mundo virtual, os relacionamentos não são marcados por tanto compromisso.


 


 


Paulo Duarte, Historiador, Biólogo epós-graduado em História da Paraíba
pablo_espinosa2012@hotmail.com


Paulo Duarte


 Referencia: BAUMAN, Zygmunt. Amor Líquido, Zahar 2003.


 


 


 

FONTE: Paulo Duarte
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
621
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium